Ex-funcionário do gabinete de Chico Vigilante fica impedido de ocupar funções públicas no DF


Condenado por roubo, ex-funcionário do gabinete de Chico Vigilante fica impedido de ocupar funções públicas no DF

O presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB) converteu em destituição do cargo a exoneração de Fausto Passos Machado e ainda estabeleceu uma penalidade ao ex-servidor: está impedido de ocupar funções públicas no DF pelos próximos 10 anos. Ex-funcionário do gabinete do deputado Chico Vigilante (PT), ele foi exonerado quando veio à tona a notícia de que havia sido condenado por roubo à mão armada.

Prudente se baseou no inciso V do artigo 194, da Lei Complementar 840/2011, segundo configura infração grave utilizar-se de documento sabidamente falso para prova de fato ou circunstância que crie direito ou extinga obrigação perante a administração pública distrital. Assim que ingressa no serviço público do DF, o servidor precisa assinar um documento em que assegura não ser ficha suja.

Vigilante: “Lei deve valer para todos”

O deputado Chico Vigilante (PT) afirma que exonerou o servidor assim que soube do envolvimento e da condenação dele por roubo. “Isso não me diz mais respeito”, afirmou ontem, sobre o ato do presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB). E acrescentou: “Só espero que as punições ocorram para todos que cometem crime, inclusive para quem assina a folha de ponto sem estar na Casa”, alfinetou, referindo-se ao rival no plenário, o deputado Robério Negreiros (PSD).

Fonte: CB

#ChicoVigilante #DF #gabinete #RafaelPrudente #PT #MDB

0 visualização
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.