A CPMI da Fake News é uma Fake?

Atualizado: 31 de Dez de 2019






SEM SURPRESAS


Já era de imaginar que essa Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake

News não seria diferente das demais no congresso, que no ínicio tem uma proposta clara onde o seu objetivo é levar a população o esclarecimento e a criação de ferramentas para a solução do problema em questão através de um debate maduro, sem sensacionalismo político, onde o povo deveria está em primeiro lugar.


Na última terça dia 29 a CPMI estava até andando na rota certa, ouviu autoridades e

especialistas em nova audiência para discutir o assédio e a incitação a outras práticas

prejudiciais na internet, bem como formas para combatê-las. Foi alertado sobre os riscos do uso de estratégias de manipulação de conteúdo virtual nas eleições do ano que vem. A comissão, que investiga notícias falsas nas redes sociais e assédio virtual, recebeu Thiago Tavares Nunes de Oliveira, fundador da organização não governamental SaferNet Brasil, que lida com segurança na internet.


LEIA A EDIÇÃO COMPLETA DO JORNAL GAZETA DO ESTADO

https://gazetadoestado.s3-eu-west-1.amazonaws.com/uploads/arquivos/2019/10/4056.pdf





MUDANÇA DE ROTA


E o carro já começou a ficar desgovernado, nesta última quarta (30) onde o ex-PSL,

Alexandre Frota depõe na CPMI das ''Fake News'', com ele no banco da frente não teria

motorista que conseguisse dirigir de forma defensiva.


Frota começou acelerando, passando por cima de quem tivesse na frente. Afirmou que a oposição e o governo usaram notícias falsas nas últimas eleições, porém, o grupo de

Bolsonaro continuou com a prática após assumir o poder. Disse ter sido vítima de

linchamento virtual, bem como o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e até

mesmo a deputada Carla Zambelli (PSL-SP).


A FAKE NEWS NA CPI


Carlo leito. Como já dizia o autor desconhecido: ‘‘Nada é tão ruim que não possa piorar’’.

Em um determinado momento do seu discurso, Frota apresentou um print de um perfil falso de Olavo de Carvalho na rede social Twitter. A imagem pode ser vista nessa coluna.

A mensagem citada por Frota referente a Olavo teria sido publicada por um perfil nomeado @OIavoDeCarvalho, no Twitter, no dia 26 de março de 2019.

No entanto, o verdadeiro perfil utilizado pelo escritor Olavo na rede social é “@opropriolavo“. Três dias após a publicação da mensagem falsa, o próprio Olavo alertou na rede social Facebook que “há centenas de páginas falsas” em seu nome.




FROTA X BIA KICIS


A deputada Bia Kicis (PSL-DF) por diversas vezes interrompeu Frota quando ele a acusou

de fazer uma postagem fake relacionando as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) com o ex-presidente Lula. Ela pediu direito de resposta, mas Ângelo Coronel manteve a palavra do depoente.


Uma pesquisa sobre o pedido de linchamento virtual contra a jornalista conservadora

Rachel Sheherazade também foi apresentado pelo o PSDBista. Segundo ele, são os

mesmos que atacaram o presidente do PSL, Luciano Bivar, o vice-presidente Hamilton

Mourão e outros aliados do presidente da República. Kicis teve direito de resposta durante a sessão. Ela disse que é honrada, reiterou que deletou o material falso quando tomou conhecimento, mas se enrolou ao afirmar que não postou fake news, mas “notícia enganosa”.


FROTA X EDUARDO BOLSONARO


Agora o carro desgovernou de vez. Acreditem! Esse debate foi quente, pois o tema principal foi os filmes adultos estrelados por Alexandre Frota em sua carreira como ator pornô.


Eduardo esqueceu de sua posição importante como congressista e baixou o nível do

debate, levando para o embate pessoal com Frota. Desde o ‘‘apressado come cru’’ até Rita Cadillac foram citadas nesse embate.





GLOBO NA CPMI DA FAKE NEWS


Preparem a pipoca e o refrigerante, pois essa CPMI está melhor que maratona de seriado em feriado prolongado. O deputado federal Filipe Barros (PSL-PR) informou que irá convocar ao menos quatro representantes da Rede Globo de Televisão para prestar esclarecimentos na CPMI. A convocação se deve a matéria jornalística em rede nacional

que tentou vincular, sem fundamentos, o Presidente da República ao caso Marielle Franco.


O deputado Filipe Barros escreveu em seu twitter:


Iremos apresentar CONVOCAÇÃO para os seguintes indivíduos na CPI DAS FAKE NEWS:

– João Roberto Marinho

– Roberto Irineu Marinho

– José Roberto Marinho

– William Bonner





Você já imaginou William Bonner dando o seu famoso ‘‘ Boa Noite’’ na bancada da CPMI?

Não vejo a hora!


E claro que estarei aqui nos bastidores, de olho na CPMI do momento para levar até você a verdade.


Não esqueça que toda sexta às 14h temos nosso encontro marcado no seu Programa

Imparcial na sua Cidade TV. Acesse: https://www.facebook.com/programaimparcial/

Aguardo por vocês

2 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.