Bolsonaro não cometeu crimes que justifiquem impeachment, diz Maia

Questionado no programa Roda Viva sobre por que não arquiva os pedidos de impeachment à sua mesa, o presidente da Câmara disse que não pretende conturbar a crise sanitária

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse ontem (3), em entrevista ao programa Roda Viva, não ver motivos para levar adiante os pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro.


Para Maia, Bolsonaro "cometeu erros" no combate à pandemia, mas nada que justifique um impeachment. “Acho que o presidente errou ao minimizar o impacto da pandemia, a questão da perda de vidas, vamos chegar aí a cem mil vidas perdidas. Acho que ele criou um falso conflito”, afirmou.


Questionado então sobre por que não arquiva os pedidos de impeachment à sua mesa, Maia disse que não pretende conturbar a crise sanitária. “Estamos no meio de uma pandemia, e qualquer decisão agora leva um recurso ao plenário. Nós vamos ficar discutindo impeachment sem nenhuma motivação para isso. Eu não estou usando isso para ameaçar, não é do meu feitio. O presidente Bolsonaro sabe, que desses que estão colocados, eu não vejo nenhum tipo de crime atribuído ao presidente.”


Para o presidente da Câmara, Bolsonaro "perde oportunidades" de implementar a agenda econômica de reformas com a qual foi eleito em 2018. “Acho que o presidente Bolsonaro está perdendo algumas oportunidades importantes em relação àquilo que me fizeram até votar nele no segundo turno. Mas o presidente não tinha também experiência”, disse.


Com informações do Valor Investe


75 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.