Bolsonaro vai participar do aniversário da PM de Goiás


Será a terceira vez que o presidente vêm ao Estado de Goiás no ano.

No próximo dia 26 de julho - cairá numa sexta-feira - além da presença do governador do Estado, Ronaldo Caiado, representantes da segurança pública de Goiás, e outras autoridades, a solenidade que comemora os 161 anos da Polícia Militar, contará com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Se até lá, nenhum imprevisto acontecer na agenda de Bolsonaro, será a terceira vez que o presidente vêm ao Estado de Goiás no ano. Ele esteve em Goiânia no fim de maio, durante a 46ª Convenção das Assembleias de Deus do Brasil e na semana seguinte no dia 5 de junho ele foi à divisa de Goiás com o Mato Grosso para o lançamento do projeto “Juntos pelo Araguaia”.

Na primeira visita, além de prestigiar o culto, Bolsonaro também tomou a palavra e discursou para os pastores que participavam da convenção. “Falta fé” para o Brasil crescer, disse Bolsonaro. Atacou a imprensa e disse que está trabalhando para “mudar o Brasil”. Naquele dia, também sugeriu que faltava ao Supremo Tribunal Federal um ministro que fosse evangélico. “Como todo respeito ao Supremo Tribunal Federal, existe algum, entre os 11 ministros, evangélico, cristão assumido? Não me venha a imprensa dizer que quero misturar Justiça com religião. Será que não está na hora de termos um ministro do Supremo Tribunal Federal evangélico?”

Na visita ao Araguaia, Bolsonaro estava descontraído. Desfilou quase todo o tempo com camiseta do Goiás Esporte Clube, dada pelo presidente do clube, Marcelo Almeida por intermédio do cantor sertanejo Chitãozinho, embaixador do projeto Juntos Pelo Araguaia. No mesmo dia, o Brasil jogaria contra o Catar, em amistoso preparatório para Copa América e Neymar no furacão da acusação de um suposto estupro, o presidente da República saiu em defesa do jogador dizendo que daria à ele um forte abraço. Também aproveitou para alfinetar a imprensa: “Neymar está num momento difícil, mas acredito nele. A Folha de São Paulo está julgando o Neymar como sempre me julgou o tempo todo. A mulher atravessa o continente, acontece um monte de coisa e chega no Brasil e isso acontece. Neymar, hoje à noite 'tamo' juntos, vai fazer dois gols", disse o presidente.

Fonte: DG

#JairBolsonaroPSL #RonaldoCaiado #PMGO

2 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.