Com base em declarações de Moro e Bolsonaro, Lula pede suspensão de julgamento

Os advogados do petista solicitam que o julgamento fique suspenso até o fim das investigações no STF

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu a suspensão do julgamento do petista no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) com base em declarações do presidente Jair Bolsonaro e do ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro. Os advogados do ex-presidente citam a negociação para indicar Moro ao Supremo Tribunal Federal (STF), registrada em discurso de Bolsonaro, alegam a suspeição do ex-juiz para julgar Lula na primeira instância e afirmam que o ex-ministro tinha interesses políticos ao condenar o petista. Segundo a defesa de Lula, o julgamento virtual do recurso está marcado para ser finalizado nesta quarta-feira. Os advogados do petista solicitam que o julgamento fique suspenso até o fim das investigações no STF. No recurso enviado ao TRF-4, a defesa do ex-presidente afirma que “diversos fatos” mostram a suspeição do ex-juiz Sergio Moro e “consequente comprometimento de toda a instrução do processo”, e cita “o compromisso” de Moro assumir uma cadeira no STF ao aceitar integrar o governo Bolsonaro.


Continua depois da Publicidade

“No que tange às mencionadas tratativas para assumir uma cadeira no Supremo Tribunal Federal, a qual foi outrora qualificada nestes autos como ‘especulações’ e que ‘nada há de concreto’, restou claramente admitido pelo presidente Jair Bolsonaro, um interlocutor direto nessa negociação, que o ex-juiz cobrava o seu cumprimento”, afirmam os advogados do ex-presidente.

A defesa de Lula cita também recente declaração do presidente, depois que Moro pediu demissão do Ministério da Justiça, de que o então juiz tentou reunir-se com Bolsonaro durante o segundo turno da eleição presidencial. Para os advogados do ex-presidente, é preciso aguardar o inquérito instaurado no STF depois das declarações de Moro e Bolsonaro.

“Se a nomeação do ex-juiz Sergio Moro para ocupar o cargo de Ministro de Estado, nas circunstâncias já conhecidas, já é suficiente, por si só, para evidenciar sua suspeição, essa investigação poderá revelar, dentre outras coisas: quando se iniciou a relação política entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro; como foi essa relação política ao longo ao tempo.”


Por Marcos Alexandre com informações do Valor Investe


228 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.