GDF reabre cadastro para o programa Renda Emergencial de R$ 408; prazo é até 14 de junho

Inscrições começam nesta segunda-feira (8). Pagamento do benefício para famílias de baixa renda começa no dia 22; veja critérios.

O governo do Distrito Federal reabre, nesta segunda-feira (8), o cadastro para interessados em receber o benefício do programa Renda Emergencial. O auxílio de R$ 408, criado durante a pandemia do novo coronavírus, é para famílias de baixa renda. O prazo vai até o dia 14 de junho.


A secretária de Desenvolvimento Social (Sedes) e primeira-dama do DF, Mayara Noronha, afirma que a reabertura é devido ao baixo índice de cadastro na capital. O prazo anterior era até 24 de maio.


“A nossa previsão sempre foi alcançar as 28 mil famílias para receberem o Renda Emergencial, sendo nosso público mais vulnerável. Atingimos 5.561 beneficiários, que já até retiraram os seus cartões", explica. "Agora, vamos reabrir o cadastro, reunindo esforços com o BRB, para avançar até o limite de beneficiários estabelecido pelo programa”.


O Renda Emergencial é voltado para moradores do DF com renda familiar mensal per capita de até 1⁄2 salário mínimo (R$ 522,50). Quem recebe valores de outros programas sociais, como o Bolsa Família e o Auxílio Emergencial do governo federal, não pode participar.


Para confirmar se está dentro dos critérios para recebimento, o usuário pode tirar dúvidas pelo site do Banco de Brasília (BRB) ou pelo telefone: (61) 3029-8499. O atendimento é das 8h às 20h.


Continua depois da Publicidade



Benefício


A regulamentação do Programa de Renda Mínima Temporária foi publicada em edição extra do Diário Oficial do DF do dia 12 de maio. A ação é uma das formas de enfrentamento aos impactos socioeconômicos da pandemia na capital.


O benefício paga R$ 408 mensais a famílias de baixa renda que estão sem auxílio de outros programas sociais. Podem se cadastrar pessoas que atendam aos seguintes critérios:


Famílias que já passaram pelo atendimento socioassistencial das unidades da Sedes, como Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Unidades de Acolhimento. Desta forma, estão no Sistema Integrado de Desenvolvimento Social (SIDS).


O solicitante deve morar no Distrito Federal e ter idade igual ou superior a 16 anos.

Como se inscrever


Para fazer a inscrição pela internet, o usuário deve acessar o site e inserir o CPF, além de fornecer dados pessoais como endereço e telefone para contato. O beneficiário poderá fazer saques e compras na função débito do cartão.


Os cartões serão entregues já com o crédito, entre os dias 22 de junho e 1º de julho, nas agências do BRB, conforme agendamento prévio. O local para retirada será definido conforme o endereço de residência do beneficiário.


Serão beneficiadas prioritariamente:


Famílias chefiadas por mães solteiras, com crianças de 0 a 6 anos;

Famílias com crianças de 0 a 6 anos;

Famílias com pessoas com deficiência;

Famílias com pessoas idosas.


Por Marcos Alexandre com informações do G1


0 visualização
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.