"Já estava vendido" diz Zambelli sobre seu ex-aliado Sérgio Moro

Deputada federal pelo PSL-SP foi alvo de ação da PF nesta quarta-feira (27) ao ser intimada para depor no inquérito que investiga fake news



Ex-aliada de Sergio Moro, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) disse nesta quinta-feira (28) que o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública “já estava vendido”.


O comentário da parlamentar ocorre após a operação da PF (Polícia Federal) que cumpriu 29 mandados de busca e apreensão contra bolsonaristas. As ordens foram expedidas pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes.


A decisão, que intimou Zambelli a depor à PF, foi criticada pela deputada, que questionou Moro no Twitter sobre a ação. “Prezado, você acha justo o que estão fazendo com cidadãos comuns? Com jornalistas? Esse era você o tempo todo? Meu Deus, como pode alguém se esconder por tanto tempo e tão bem? Liberdade, democracia… nada disso vale pra você? Você não estava à venda, porque já estava vendido”, escreveu.


Moro, por sua vez, não respondeu Zambelli. No entanto, disse que a PF “tem que trabalhar com autonomia”. “Que sejam apurados os supostos crimes no RJ e também identificados os autores da rede de fake news e de ofensas em massa”, afirmou


Zambelli e Moro romperam a relação após o ex-ministro da Justiça divulgar uma conversa privada entre ambos no WhatsApp. Moro foi padrinho de casamento da parlamentar em 14 de fevereiro deste ano.


Por Marcos Alexandre com informações do R7


132 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.