Licenciamento do meio ambiente foi sucateado por Marconi e José Eliton


O peso da herança marconista: mais de 3 mil processos para licenciamento ambiental aguardam análise em Goiás, uma fila que pode chegar a quatro anos de espera.

Uma das missões do governador Ronaldo Caiado quando assumiu Governo de Goiás foi modernizar a emissão de licenças ambientais, uma das mais atrasadas do Brasil até então.

Os números dos governos Marconi Perillo e José Eliton impressionam até quem atua no setor: mais de 3 mil processos aguardam análise em Goiás, uma fila que pode chegar a quatro anos de espera.

Além disso, Goiás tem mais de 600 normas, portarias e instruções que foram editadas e esquecidas ao longo dos anos. Um verdadeiro labirinto criado pelas gestões anteriores e esquecido nas gavetas dos gabinetes.

Processos de empreendimentos simples chegam a ter até mil páginas - um manual completo de Direito Ambiental não chega a 300 páginas. Tudo isso em papel.

A meta de Caiado é transformar o sistema de Goiás em referência para outros Estados já no ano que vem. A solução não é mágica: basta informatizar o sistema e criar uma normativa padrão para as análises, que hoje são confusas pela falta de critérios objetivos.

Fonte: Poder 360

#MarconiPerillo #JoséEliton #MeioAmbiente

0 visualização
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.