Máfia ameaça secretário, após Governo do DF decidir regulamentar funerárias

Agora, para atuar no DF as empresas terão de obter outorgas por meio de licitação.





A Secretaria de Justiça e Cidadania do governo do Distrito Federal publicou no Diário Oficial desta quarta-feira (27) um despacho que abre o processo de regulamentação da atividade de funerária na capital do País, que tem sido marcada por operações policiais que investigam empresas do setor acusadas de atuar como autêntica máfia.


“Vou enfrentar o problema”, disse o secretário de Justiça, Gustavo Rocha, que recebeu do governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), a tarefa de regulamentar o setor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Agora, empresas funerárias terão de pagar outorga, em processo de licitação, a fim de obter a licença para atuar em uma das sete “bacias” (ou áreas) no DF.


O secretário explicou que doravante não serão mais permitidas várias empresas funerárias de um único proprietário. Atualmente, uma mesma pessoa chega a controlar dez ou quinze funerárias, estabelecendo uma situação de cartelização para controle de preços. “Será um CNPJ por empresa”, avisa Gustavo Rocha, que até recebeu recados ameaçadores da máfia das funerárias, quando começou a mexer nesse vespeiro. O objetivo da regulamentação, segundo explica o secretário, é oferecer aos usuários eficiência, segurança e qualidade na prestação desses serviços.


Fonte: Diário do Poder




77 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.