• Taís Moreira

Ministério da Saúde volta a exibir dados completos de casos da Covid-19.

Atualizado: Jun 10

A mudança ocorre após uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), que determinou ontem (08), que o portal criado para divulgar os dados da covid-19 em todo o país mantivesse as informações anteriores.



O Ministério da Saúde voltou a apresentar nesta terça-feira (9) os dados da covid-19 em todo o Brasil como eram exibidos até a semana passada, quando passou a divulgar apenas informações de casos e óbitos referentes ao dia.


A mudança ocorre após uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), que determinou ontem que o portal criado para divulgar os dados da covid-19 em todo o país mantivesse as informações anteriores.


Em audiência na comissão externa que debate a covid-19 na Câmara dos Deputados, o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, foi cobrado sobre o portal continuar desatualizado nesta terça-feira, mesmo aós a decisão do magistrado do STF.


Os dados consolidados, como casos e óbitos por dia e acumulados, além da taxa de incidência, foram suprimidos na sexta-feira passada, sob alegação de que o governo os apresentaria de uma forma mais próxima à realidade.


O novo modelo foi malvisto por integrantes do Judiciário e do Legislativo e obrigou o Ministério da Saúde a recuar.


A suspeita foi de que poderia estar havendo uma maquiagem dos números no momento em que o Brasil supera 700 mil casos confirmados da doença e 37 mil óbitos.



Continua depois da publicidade



Pazuello negou que houvesse intenção de esconder os números e defendeu apenas que sejam informadas as mortes conforme o dia em que ocorreram, além dos registros diários.


O ministro também se comprometeu a publicizar as informações diárias da covid-19 a partir das 18h30. Na semana passada, por determinação do presidente, os números estavam sendo atualizados somente após as 22h.


Uma nova plataforma deve ser lançada, segundo o ministro, com dados mais "robustos".


“Nunca houve, não há e nunca haverá omissão de dados.”


Por Geiza Peixoto com informações do R7

71 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.