• Taís Moreira

Preso se gaba de ter celular e internet no presídio. “Nóis tem tudo” Veja o vídeo

Enquanto ria e zombava dos promotores durante audiência, um detento de Campo Grande denunciou um colega por entregar os aparelhos



Em tom de deboche, um detento do Complexo de Campo Grande descreveu, durante audiência por videoconferência, como funciona a distribuição de celulares e o uso de internet dentro do presídio, nessa terça-feira (7/7).


“Nóis tem [sic] tudo, acesso a tudo que a senhora pode imaginar e mais um pouco”, disse o preso, ao ser questionado sobre o acesso à rede de internet de dentro das celas.


As imagens foram obtidas pelo jornal local Campo Grande News. Segundo o relato, uma pessoa com apelido de “pica-pau” é o responsável por entregar os aparelhos dentro do Instituto penal (IP).


Classificado pelo detendo como “líder do quadrado”, fica solto nos pavilhões oferecendo serviços.


“Ele é que traz esse telefone aí, agora a forma de colocar eu não sei. Quem distribui os telefones ali é o pica-pau”, contou ao promotor do Ministério Público, enquanto ria com o cabo do microfone na boca.


O jovem disse, ainda, que um outro detento teria conseguido a sua transferência dentro do Instituto: “Como a polícia começou a ir lá (pavilhão) tirar nós todo dia, ele pegou e arrumou um jeito, da forma dele, de eu ser transferido para a Máxima”, narrou.


No decorrer da gravação, o preso conta sua trajetória no sistema penitenciário local, quando saiu da Segurança Máxima rumo ao Centro de Triagem, retornando ao IP com a ajuda do colega. “Eu ‘tô’ aqui de novo, entendeu. Eu ‘tô’ no pavilhão 1 aqui no solar dos ‘trabalhador’”, descreveu.



Com informações do Metrópoles




6 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.