Primeira morte por coronavírus em Goiás é registrada no entorno do DF

Atualizado: Abr 1

A vítima é uma idosa de 66 anos, hipertensa, diabética e que estava com dengue. Ela morava em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal (DF)



O Governo de Goiás confirmou na manhã desta quinta-feira (26) a morte do primeiro paciente com coronavírus no estado. A vítima é uma idosa de 66 anos, hipertensa, diabética e que estava com dengue. Ela morava em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal (DF). Segundo informações preliminares, o quadro dela se agravou durante a noite evoluindo para a morte. Até o nal da noite desta quarta-feira (25), a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) conrmava por critério laboratorial 35 casos da doença no Estado.



O Governo de Goiás já demonstrava preocupação com o Entorno de Brasília, por conta da proximidade com o Distrito Federal (DF). Na noite desta quarta-feira (25), o governo do DF informou que o número de infectados subiu para 195. O número de casos confirmados de coronavírus em Goiás era de 35 até o início da manhã desta quinta-feira, de acordo com boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO). Com a confirmação da morte de uma das pacientes, o número cai para 34. As confirmações foram registradas nos municípios de Goiânia (15), Rio Verde (6), Anápolis (3), Aparecida de Goiânia (2), Valparaíso de Goiás (2), Jataí (1), Catalão (1) e Silvânia (1). Três casos confirmados por um laboratório particular ainda aguardam a atualização do local de residência das pessoas.


Continua depois da Publicidade



A SES afirmou que, a partir do boletim desta quarta-feira, só vai divulgar o número de registros confirmados de Covid-19. Assim, não serão informados mais os casos suspeitos e os que foram descartados, conforme alinhamento de informações com o Ministério da Saúde. Os registros estão no banco de dados do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) de Goiás. Ressalta-se que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Segundo o último boletim, 220 casos foram descartados e 1.336 aguardavam resultado do exame. Por Marcos Alexandre com informações O Popular e G1









146 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.