Procuradora que disse que Bolsonaro tem ''cara de bunda e o chamou de ''lixo'' é punida pela CNMP

Ela também publicou charge em que presidente, de joelhos, lambe sapatos de Donald Trump

O plenário do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aplicou, por maioria, a penalidade de censura à procuradora da República Paula Cristine Bellotti após publicações "depreciativas e ofensivas" sobre o presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais.


Em uma das postagens, ela diz que Bolsonaro tem "cara de bunda". A procuradora também publicou uma charge em que ele aparece de joelhos, lambendo os sapatos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com afirmação de que “Bolsonaro é um miserável e quer que nós nos tornemos iguais a ele".


Em outra postagem, ela chamou Bolsonaro de "lixo que ocupa a presidência da República".

O relator do caso, Silvio Amorim, defendeu que ela não ultrapassou o direito a liberdade de expressão, mas ficou vencido.


Leia Também

Governador Ibaneis afasta preventivamente o Secretário de Saúde Francisco Araújo


A maioria do plenário decidiu seguir o voto divergente do conselheiro Luciano Nunes Maia, que pontuou que as ofensas desrespeitaram o chefe do Poder Executivo Federal, e que os membros do Ministério Público precisam guardar decoro pessoal e manter conduta pública ilibada.


Com a pena de censura, a procuradora fica impedida, pelo período de um ano, de ser promovida.

Com informações do Valor Investe




228 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.