Restrições do comércio no DF são prorrogadas por Ibaneis; veja o que muda com novo decreto

Aulas em instituições de ensino públicas e privadas, continuam suspensas até 31 de maio. Previsão inicial era de que atividades seriam retomadas na próxima segunda-feira (4).

O governador Ibaneis Rocha (MDB) prorrogou neste sábado (2), o decreto que determinou restrições aos comércios do Distrito Federal. A medida é para evitar a transmissão do novo coronavírus. A norma já está em vigor e revoga o documento publicado em 1º de abril No caso das aulas em instituições de ensino públicas e privadas, a suspensão das atividades permanece até 31 de maio. Em relação a eventos, parques, academias, restaurantes, bares e parte do comércio, as restrições, que deveriam acabar neste domingo (3), continuam válidas até 10 maio. O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial. Ibaneis já havia afirmado que iria adiar a reabertura do comércio. De acordo com o governador, o comércio teve dificuldades em conseguir atender as medidas necessárias para a retomada das atividades, como a testagem e a compra de Equipamentos de Produção Individuais (EPIs) para todos os funcionários. Decisão da Justiça

Na semana passada, a Justiça Federal deu prazo de 48 horas para que o governo apresentasse "dados científicos, pesquisas e pareceres técnicos" que serviram de base para a liberação de algumas atividades econômicas em meio à pandemia do novo coronavírus. Segundo Ibaneis, o relatório foi enviado. Na ação, o Ministério Público pediu que sejam suspensas todas as atividades não-essenciais na capital até que o GDF apresente as evidências científicas usadas para tomar as decisões. Além disso, o MP pediu que o governador deixe de liberar novos serviços.

Continua depois da Publicidade

O que pode abrir?

Clínicas médicas Clínicas odontológicas e veterinárias (em casos de emergência) Laboratórios Farmácias Funerárias e serviços relacionados Pet shops (caso tenham veterinários, vendam remédios ou produtos sanitários para animais) Postos de combustíveis Supermercados Minimercados, mercearias e afins Comércio estabelecido de produtos naturais, bem como de suplementos e fórmulas alimentares, sem consumo no local Comércio estabelecido varejista e atacadista de hortifrutigranjeiros Lojas de materiais de construção e produtos para casa Padarias Fábricas e lojas de bolos caseiros e pães Atacadista; Peixarias Operações de delivery Oficinas mecânicas Concessionárias de veículos Estandes de compra e venda de imóveis Borracharias Agropecuárias (com venda de insumos, medicamentos e produto veterinários) Serviço de tele-entrega em feiras permanentes e/ou populares Empresas de construção civil (sem atendimento ao público) Lotéricas Lojas de conveniência em postos (sem consumo no local) Empresas de tecnologia, exceto lojas de equipamentos e suprimentos de informática Lavanderias (exclusivamente no sistema de entrega em domicílio) Floriculturas (exclusivamente no sistema de entrega em domicílio) Empresas do segmento de controle de vetores e pragas urbanas Construção civil Bancos Setor moveleiro Setor eletroeletrônico Sistema S (apenas atividades de combate ao coronavírus) Óticas Missas, cultos e celebrações religiosas estão proibidas nas igrejas, mas locais podem ficar abertos. Celebrações podem ocorrer em estacionamentos.

O que continua fechado até 11 de maio?

Cinemas Teatros Academias Parques Boates Shoppings Bares Restaurantes (exceto delivery) Salões de beleza, barbearias, esmalterias e centros estéticos Comércio ambulante Órgãos públicos fazem 'home office' por tempo indeterminado (exceto saúde, segurança pública, vigilância sanitária, comunicação e assistência social) Feiras autorizadas a funcionar Centrais de Abastecimento do Distrito Federal - CEASA Feira Central de Ceilândia Feira de Hortifrutigranjeiro de Planaltina Feira Modelo de Sobradinho Feira do Paranoá Feira Permanente de Brazlândia Feira Permanente da Candagolândia Feira Permanente do Cruzeiro Feira Permanente do Gama Feira Permanente do Guará Feira Permanente da Estrutural Feira Permanente da Guariroba Feira Permanente do Jardim Botânico Feira Permanente do Núcleo Bandeirante Feira Permanente do P Norte – Ceilândia Feira Permanente da QNL – Taguatinga Feira Permanente de São Sebastião Feira Permanente de Sobradinho II Feira Permanente da 313 de Samambaia Feira Permanente da 510 de Samambaia Feira do Produtor de Ceilândia Feira do Produtor de Vicente Pires Empório Lago Oeste


Por Marcos Alexandre com informações do G1


600 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.