'Tá sendo vergonhoso' declara Ibaneis sobre audiências de custódia no DF

Declarações foram feitas durante abertura dos trabalhos do ano na Câmara Legislativa do DF. Governador também voltou a criticar divulgação de feminicídios: 'Só vai incentivar prática'.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) criticou as audiências de custódia no Distrito Federal e voltou a defender mudanças na divulgação de feminicídios na capital. As declarações foram feitas nesta terça-feira (4), em discurso durante a abertura dos trabalhos do ano na Câmara Legislativa do DF (CLDF).


Sobre as audiências de custódia, Ibaneis disse que "o jeito que está sendo tratado no Tribunal de Justiça do DF tá sendo vergonhoso”. O governador alega que “os índices de criminalidade poderiam ser menores se não tivesse tanto bandido solto”.


Já sobre a divulgação de feminicídios pela imprensa, Ibaneis defendeu redução na repercussão desses casos. No ano passado, ele já havia feito críticas semelhantes.


Continua depois da Publicidade



“Se for continuar a divulgar nos jornais como está divulgando, só vai incentivar a prática. Temos que debater isso, assim como os causos de suicídio”, disse nesta terça.

O G1 questionou o Tribunal de Justiça do DF sobre as declarações, mas a Corte ainda não havia se posicionado até a última atualização desta reportagem.


No discurso, o governador também agradeceu os deputados distritais e citou melhorias realizadas no ano passado em áreas como segurança, educação e infraestrutura. Disse ainda que, em um ano, o GDF governo conseguiu "restabelecer" a saúde na capital.


Ibaneis também afirmou que pretende nomear todos os aprovados em concursos para Polícia Militar e Polícia Civil e que deseja instalar delegacias em todas as regiões do DF, com o objetivo de dar maior segurança à população.


Retorno da CLDF


Votações


Não houve votações na sessão desta terça. A análise de projetos será retomada na quarta (5). Uma das propostas que pode ser votada é a que prevê a anulação de reajuste de 10% nas passagens de ônibus e metrô na capital, aplicado em janeiro deste ano. Os deputados devem também analisar vetos do governador a projetos aprovados pelos distritais.


Com informações do G1


78 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.