Túnel de Taguatinga: acompanhe as próximas etapas da obra

Monumento terá 1.010 metros de extensão e vai contar com duas pistas paralelas, cada uma com três faixas de rolagem em cada sentido

O túnel de Taguatinga é uma realidade. Após a construção dos desvios de trânsito e a interdição da Avenida Central para o tráfego de veículos, os serviços já estão em andamento. No momento, o consórcio Novo Túnel se concentra na instalação dos tapumes dos dois lados da Avenida Central para a proteção da obra.


“Como a construção do túnel exige escavação com muita movimentação de terra, não podemos iniciar esta etapa da obra sem a instalação dos tapumes. Precisamos garantir a segurança de todos os envolvidos: pedestres, motoristas e operários”, explica o engenheiro Ricardo Terenzi, subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização de obras.


A próxima etapa da obra será a instalação da defensa metálica ao longo dos tapumes, retirada da grade do canteiro central e supressão vegetal no canteiro central. Na sequência, a etapa considerada mais complicada: a retirada dos postes de iluminação do canteiro central e remanejamento dos postes de rede. As duas últimas etapas antes do início efetivo da escavação são a demolição completa da pavimentação e do canteiro da avenida central.


Estamos acompanhando de perto o andamento de todos os serviços. Fiscais da Secretaria de Obras estão dentro do canteiro monitorando tudo. Esperamos que todas essas etapas estejam concluídas o mais breve possível”, afirma o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

Continua depois da Publicidade


Sobre a obra


O túnel terá 1.010 metros de extensão e vai contar com duas pistas paralelas, cada uma com três faixas de rolagem em cada sentido. O investimento é de R$ 275 milhões. O consórcio Novo Túnel é responsável por executar as obras. Os recursos são oriundos de contrato de financiamento firmado pelo GDF com a Caixa Econômica Federal. A previsão é de que a obra seja concluída em 24 meses.


O túnel fará uma ligação subterrânea para quem segue para Ceilândia, pela via Elmo Serejo, além de oferecer uma via alternativa pela superfície para o Centro de Taguatinga. “Isso evitará a retenção de veículos nos semáforos do centro de Taguatinga. Com a conclusão da obra, os carros que estiverem na Avenida Elmo Serejo, sentido Plano Piloto, vão mergulhar pelo túnel e sair na Estrada Parque Taguatinga (EPTG)”, esclarece Terenzi.


Ainda segundo o subsecretário, “aqueles que chegarem a Taguatinga pela EPTG também passarão por ele até o início da Via Estádio, saindo logo após o viaduto da Avenida Samdu. Vias marginais darão acesso às Avenidas Comerciais e Samdu Sul e Norte”.


Uma boulevard no centro de Taguatinga


Se por um lado o túnel irá desafogar o trânsito para os mais de 135 mil veículos que circulam pela região; por outro lado, a atual Avenida Central se transformará em uma Boulevard com foco nas pessoas e comércio da região.


Além do paisagismo, as calçadas serão revitalizadas. O fluxo de veículos na Avenida concentrará veículos do transporte público, como o BRT, e de moradores e pessoas interessadas em usufruir da região central da região administrativa.


Com informações da Secretaria de Obras


57 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.