Vídeo: insatisfeito com restrições, casal usa máscara nazi e é banido de hiper

O casal foi identificado pela polícia e banido dos hipermercados Walmart, nos Estados Unidos.

No sábado passado, quando o estado do Minnesota começou a exigir o uso de máscara em todos os espaços fechados, um casal americano decidiu entrar num hipermercado de Minneapolis com a cara coberta com lenços vermelhos com cruzes suásticas - o símbolo nazista.


Um dos clientes chamou a atenção do gerente de loja e depois começou a filmar o casal. "Vocês são doentes", ouve-se dizer no vídeo. "Vocês têm uma doença. Não podem ser americanos e usar essa máscara. Estivemos numa guerra por causa disso, literalmente", acrescenta.


A mulher, além de se exibir para a câmara, sabendo que estava sendo filmada, ainda responde: "Não sou nazi. Estou tentando mostrar o que vai acontecer à América se votarem no [Joe] Biden, vamos estar na Alemanha nazi". O marido completa, a dada altura: "Vivemos num estado socialista".


Continua depois da Publicidade


Agora, o espaço comercial da Walmart, a maior cadeia de distribuição do país, decidiu banir a entrada do casal em todos os seus hipermercados por, pelo menos, um ano.


"O que aconteceu na nossa loja de Marshall, em Minneapolis, é inaceitável", informou a empresa através de comunicado, publicado pela CNN. "Não toleramos qualquer forma de discriminação ou perseguição", acrescenta.





O homem de 59 anos e a mulher de 64 foram identificados pela polícia e multados por invasão de propriedade, sendo avisados de que seriam detidos se voltassem a entrar num Walmart. Os dois saíram e não foi apresentada queixa.


Aparentemente, ambos estavam protestando contra as medidas de restrição implementadas a nível estadual.


Com informações do Mundo ao Minuto


129 visualizações
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • White Twitter Icon
leão icone.png

LEIA PRIMEIRO

© 2020 POR MARCK PUBLICIDADE.